PRÊMIO JOVEM ARTICULADOR: AÇÕES EM TRÊS CIDADES DA GRANDE VITÓRIA

24/04/15 - 21h33 NOTÍCIAS

As ações realizadas pelos coletivos contemplados no Prêmio Jovem Articulador: #3 Temporada de Oficinas terão início na última semana de abril e seguem até a última semana de maio da 2015. Serão cinco atividades desenvolvidas nas cidades de Vitória, Vila Velha e Cariacica por grupos que desenvolvem ações artísticas, culturais e sociais.

Aqui você confere, em ordem cronológica de execução de eventos, um pouco de cada coletivo contemplado e da ação que será executada muito em breve. Programe-se para circular com a gente pela cidade!


Coletivo R5 Skate
Ação: 30/04/2015 (Quinta feira) - 19h às 21h - Reunião Coletiva R5 - Construção Colaborativa Lazer na Rua Terra Vermelha - Local: Auditório do Instituto GG5 / Banco Terra - Rua São Francisco de Assis, nº5, Terra Vermelha - Vila Velha/ES

Evento no facebook: https://www.facebook.com/events/634982679967147/

O Coletivo R5 Skate iniciou suas atividades em 2012 com a intenção de disponibilizar, aos moradores da Região 5 de Vila Velha, acesso a cultura, esporte e lazer. Pois ao se deparar com a precária infraestrutura local que inviabiliza a pratica esportiva e dificulta a produção cultural, realizamos articulações em rede envolvendo movimentos sociais, comunitários e culturais, o R5 Skate busca trazer propostas que impactem positivamente nas comunidades, buscando viabilizar o acesso ao lazer coletivo.

Como coletivo contemplado pelo Prêmio Jovem Articulador: #3 Temporada de Oficinas, o R5 Skate irá produzir encontros para mobilização e construção de uma agenda de produções colaborativas envolvendo os atores sociais das comunidades locais com o foco na ocupação de espaços públicos, promovendo os projetos que visem criar áreas de lazer destinadas para promoção do esporte, cultura e arte urbana. Durante uma série de encontros pretende-se desenvolver de forma colaborativa junto com os grupos jovens, centros comunitários, comerciantes e demais, um cronograma de ações para 2015 nos espaços públicos da Região 5 de Vila Velha.

Acompanhe o R5 Skate: http://facebook.com/R5SKATE


Coletivo Literatura MarginalES
Ação: 09/05/2015 (Sábado) - 15h às 20h - Oficina e Sarau Quebrando o Silêncio - Centro Histórico Eduardino Silva - Bairro Cariacica Sede - Cariacica/ES

O Coletivo Literatura MarginalES (CLMES) nasceu a partir do encontro de jovens que escreviam mas não divulgavam os seus textos. Em janeiro de 2012, o coletivo dá início às atividades criando uma página no facebook para a divulgação das produções literárias dos integrantes do grupo e, a partir daí, começa a se reunir periodicamente, estudando e discutindo a Literatura Marginal (LM) e repensando as melhores maneiras para a divulgação dos seus trabalhos literários.

O CLMES ganha maior visibilidade recitando seus textos junto ao Projeto Boca a Boca - projeto que percorre a Grande Vitória divulgando o RAP e o Freestyle e em seus três anos de existência desenvolveu projeto como a publicação do fanzine de poesia (Des) Construção, a realização do Sarau Quebrando o Silêncio, oficinas, rodas de conversas e a edição de outros fanzines independentes pelo selo Ponta de Lança.

A partir da contemplação no Prêmio Jovem Articulador: #3 Temporada de Oficinas, o grupo irá realizar um Sarau Quebrando o Silêncio e algumas oficinas com as temáticas Literária, Oralidade e Produção de Livretos (Zines).

Acompanhe online as atividades do

Coletivo Literatura MaginalES: http://facebook.com/LiteraturaMarginalES


Coletivo Aprender Cultura
Ação: 17/05/2015 (Domingo) - das 9h as 18h - 1º Slide Jam in Flex - No trecho da Rodovia do Contorno de Vitória. Próximo a Coca Cola Andina, Flexal II - Cariacica/ES.

Evento no facebook: https://www.facebook.com/events/473480649465739/

O Coletivo Aprender Cultura existe há dois anos e atua com sede no Bairro Flexal 2 e com célula no Bairro Alto Boa Vista. As ações do coletivo abrangem também outros bairros do município de Cariacica e contam com apoio de comerciantes locais e internautas para a realização de oficinas/eventos.

Em médias 80 crianças, jovens e adolescentes são atendidas nas oficinas que o Coletivo Aprender Cultura ministra - 40 delas são registradas corretamente no banco de dados do Coletivo. Em dias de eventos a média de crianças que participam das atividades é de 150, acompanhadas ainda de pais ou responsáveis, familiares e moradores.

Hoje o Coletivo Aprender Cultura percebe a evolução dos alunos das oficinas de skate, principalmente alguns com maior aptidão e pré-disposição para o esporte. Muito ebora os alunos tenham evoluído, eles não possuem no bairro a estrutura suficiente para evoluir até o nível dos skatistas que tem pistas de skate, skate park ou mini ramp.

A partir da contemplação no Prêmio Jovem Articulador: #3 Temporada de Oficinas o Coletivo Aprender Cultura se programa para construir novos obstáculos para as crianças e jovens atendidas pelas oficinas de skate e um evento esportivo e cultural nas ruas de Flexal.

Acompanhe as atividades do Coletivo Aprender Cultura no facebook: http://facebook.com/ColetivoAprenderCultura


Nome Provisório
Ação: 23/05/2015 (Sábado) - 15h às 21h - Dia do Verbo na Carne - Escola Irmã Maria Horta, em frente à farmácia Drogasil, Rua Aleixo Netto, nº1060 - Praia do Canto, Vitória/ES

É também um cineclube. Acontece NA escola: NA por que não DA. Desde 2012 reúnem-se, mais recorrentemente na Escola Estadual Irmã Maria Horta, Praia do Canto, jovens estudantes dessa unidade e também de outras unidades e ainda sujeitos não escolares, tipo, pais-mães, professores-professoras, assim como estranhos que são bem acolhidos.

Semanalmente exibem, quase sempre semanalmente, filmes em sua maioria com títulos da produção local e independente. A exibição é parte da sessão-rito, onde pós exposição do filme abrem-se prosas, músicas, poesias, assim compartilham das impressões e sensações do que foi visto.

É co-ordenado por integrantes do grupo de forma horizontal. Não recebe investimentos diretos da escola. Fazem uso de uma sala compartilhada e de materiais adquiridos pela associação com projetos na escola e andam buscando contágios com outros grupos e coletivos, tendo participado de sessões em outros municípios e comunidades. É um grupo que se percebe político, estético, terapêutico, espiritual, poético no sentido da produção de afetos.

A partir da contemplação no Prêmio Jovem Articulador: #3 Temporada de Oficinas, o grupo planeja a ação "Dia do Verbo na Carne": um dia todo nas dependências da Escola Irmã Maria Horta, compartilhando com o público presente variadas experiencias com a palavra, com a poesia - música, imagem, vídeo, comida, espiritualidade. Por toda uma tarde e noite os portões da escola estarão abertinhos, abertinhos.

Acompanhe o Nome Provisório: http://facebook.com/cinenomeprovisorio

CriAtividade
Ação: 31/05/2015 (Domingo) - 7h às 12h - Tg pra Vida (Taça da Quebrada) - Campo Bom de Bola - Nova Rosa da Penha - Cariacica / ES

Evento no facebook: https://www.facebook.com/events/638294286301532/

O "CriAtividade" é um coletivo oriundo do Bairro Nova Rosa da Penha 1, Cariacica-ES. É formado por Mcs, B.Boys e Skatistas da região e tem como princípios básicos a formação do cidadão. O CriAtividade tem como proposta ensinar, apoiar, estimular e facilitar o acesso de jovens ao meio cultural. O coletivo pretende evidenciar, frente à violência anunciada na mídia todos os dias, o lado bom de viver nas periferias - é isso que o CriAtividade busca, é isso que estes jovens se recusam a perder em seus bairros.

A partir do suporte do Prêmio Jovem Articulador: #3 Temporada de Oficinas farão um evento que envolve a comunidade em atividades esportivas e culturais como o Hip Hop.

Acompanhe as atividades do CriAtividade no facebook: http://facebook.com/criatividadedoes


_____________________________

Saiba mais sobre o Prêmio Jovem Articulador: #3 Temporada de Oficinas

Lançado pelo grupo Assédio Coletivo, o Prêmio Jovem Articulador: #3 Temporada de Oficinas propõe um percurso formativo e contemplação em dinheiro para que cinco grupos executem ações em suas comunidades na Grande Vitória.

As inscrições para o Prêmio foram lançadas em Janeiro e o resultado da seleção e primeiro encontro ocorreram em Março. A #3 Temporada de Oficinas conta com encontros presenciais e coletivos para formação, ampliando o contato entre a equipe do Assédio e coletivos contemplados. A formação tratra de conteúdos sobre elaboração de projetos, comunicação, políticas públicas de cultura e juventude e organização de ideias.

O Prêmio é direcionado a grupos de jovens com atuação social, cultural ou artística nos municípios da Grande Vitória. Além da formação a Equipe do Assédio Coletivo dá suporte às ações dos coletivos contemplados por meio do recurso financeiro, disposição de acompanhamento presencial e divulgação das ações.


1º encontro de formação #3 Temporada de Oficinas - Março/2015

Este projeto foi pensado tendo em vista a percepção do Assédio Coletivo em relação ao cenário cultural jovem do Espírito Santo. Segundo Órion Flores Leal, integrante do Assédio e parte da equipe responsável pela Temporada, existe uma grande demanda de jovens com perfis de agentes articuladores culturais que podem se interessar pelas orientações e conseguir um recurso para executar ações em seus territórios. "Pretendemos acompanhar o desenvolvimento dos grupos em suas localidades e compreender as necessidades de orientação de cada grupo contemplado", observa Órion.

Para Guilherme Rebêlo, integrante do Assédio e da equipe de formação, “é preciso compreender a diversidade de atuação e de linguagens dos jovens, por isso há momentos coletivos, de trocas, e momentos de orientação individual”.

Ainda para Guilherme o Prêmio Jovem Articulador: #3 Temporada de Oficinas tem o potencial de ativar conexões entre redes culturais, dar maior visibilidade aos grupos contemplados e aproximar os agentes culturais que participarem. "É preciso incentivar que estes grupos promovam ações e que tenham condições para isso. O recurso é pequeno, mas é uma forma de explicitar que acreditamos na articulação desses jovens e que este pode ser o início de um projeto maior", salienta Guilherme.

O Prêmio Jovem Articulador: #3 Temporada de Oficinas do Assédio Coletivo foi contemplado no Edital 032/2014 - Diversidade Cultural Capixaba da Secretaria de Estado da Cultura (Secult-ES). Um quarto do recurso arrecadado pelo Assédio Coletivo será investido diretamente nos grupos contemplados pelo Prêmio Jovem Articulador para execução de seus projetos.



Segundo dia de formação - 1º Encontro #3 Temporada de Oficinas, Março/2014

O Assédio Coletivo
Atuante na cena cultural de Vitória desde o início de 2012, o Assédio Coletivo é um grupo formado por articuladores culturais que, por meio de projetos e ações, buscam fortalecer o cenário cultural do Espírito Santo, valorizar a arte autoral e o fazer colaborativo, amplificando a ação de outros coletivos e agentes culturais.

RELACIONADOS

NOTÍCIAS

BALANÇO DE AÇÕES ASSÉDIO COLETIVO

Como forma de colaborar com a articulação em rede e, ao mesmo tempo, registrar o histórico de ações do Assédio Coletivo, estão disponíveis os balanções de ações anuais! Neles voc~e pode conferir todas as ações realizadas, parceiros acionad…
LEIA +
AGENDA

FEIRA LIBRE

Vinte e seis expositores estarão com os seus produtos e produções autorais e artesanais nesta segunda edição da Feira Libre que acontece no sábado, dia 1º de agosto, de 10h às 20h. Com entrada franca, a atividade reúne artistas da Grande…
LEIA +
NOTÍCIAS

DEMOCRACIA CULTURAL E PARTICIPAÇÃO: UMA REFLEXÃO INICIAL

Por Marcelo Marques [1] A política cultural não é um tema novo. Como destaca Teixeira Coelho (1997, p. 8), “é tão antiga quanto o primeiro espetáculo de teatro para o qual foi necessário obter uma autorização prévia, contratar ator…
LEIA +